1. O melhor da Real Pizzaria e Lanchonete é tomar café com a presença de João Gordo ou Thunderbird. É não, era, por causa da nova MTV. Restaram então o pão meio borrachudo, pouco tostado, o espresso com gosto de queimado e a conta salgada.

    Pão na chapa: R$ 2,10

    Café espresso: R$ 3,20

    Total: R$ 5,30

    Avaliação: Ruim

    Real Pizzaria e Lanchonete: Avenida Professor Alfonso Bovero, 02. Sumaré

     

  2. Na Padaria Cristalina, o melhor é o “ambiente folclórico”, e olha que o pão na chapa e o café são bem bons. Mas nada será melhor do que sentar ao balcão e ouvir o senhor ao lado dizendo que não vai tomar café, mas uma Coca-Cola, que é para arrotar bastante. Claro que esse tipo de coisa só é possível porque o atendimento é ostensivamente informal. E se você não quiser o balcão, pode sentar nas mesinhas na parte de fora. Tudo isso por um ótimo custo benefício.

    Pão na chapa: R$ 1,50

    Café passado: R$ 1,30

    Total: R$ 2,80

    Avaliação: Maravilha

    Padaria Cristalina: Rua Dona Veridiana, 97. Santa Cecília

     

  3. Cá estamos na imponente Padaria Baronesa. Mas a imponência termina no nome e na decoração. Suco fraco, café fraco…  Pão na chapa just ok. Pouco “chapado”, daquele que tosta mas fica molzinho no meio. Café espresso fraquinho, já que o passado, chamado por essas bandas de coado, era com açúcar.

    Pão na chapa: R$ 2,10

    Café espresso: R$ 3

    Total: R$ 5,10

    Avaliação: Regular

    Padaria Baronesa: Rua Doutor Albuquerque Lins, 1038. Santa Cecília

     

  4. Luar de Agosto: esse café vai mal. Manteiga com gosto de azedo e café com gosto de água da torneira. Atendimento péssimo. Sem mais.

    Café espresso pequeno: R$ 2,50

    Pão na chapa: R$ 2,00

    Total: R$ 4,50

    Avaliação: Ruim

    Luar de Agosto: Avenida Angélica, 1291, Higienópolis.

     

  5. "Oh Lord, I got to get back somehow to you"

    Impossível ir à Padaria Lord sem cantar mentalmente o refrão da música “Looking for my Life”, do disco póstumo de George Harrison. E, de certa forma, não sei por que volta e meia eu retorno à Lord. Deve ser porque o ambiente é muito agradável, apesar de o pão um dia estar bom, no outro nem tanto.

    A maior prova disso é que, no dia da foto, por exemplo, uma metade do pão estava ótima e a outra, ruim. Se uma era um exemplo do ponto que se deve torrar o pão, a outra parece que tinha só dado um pulinho na chapa. Oh Lord!

    Café passado grande: R$ 3,00 (mas vale)

    Pão na chapa: R$ 2,20

    Total: R$ 5,20

    Avaliação: Regular

    Padaria Lord: Rua Dr. Veiga Filho, 48, Santa Cecília.

     

  6. Esse eu já sabia que não ia ser bom, mas eu fui mesmo assim, só pelo encantamento do nome: Sandeny.

    Já tinha passado pela frente do estabelecimento algumas vezes, achado o nome estranho, mas demorou para eu concatenar que o nome do lugar se pronuncia como Saint Denis (/Sã Dení/). Mas quando caiu a ficha… criatura, eu tinha vontade de rir na rua. E como tinha. Mas resolvi entrar.

    O pão era ruim. Eu não sou chata, juro. Mesmo quando o pão está um pouco mais engordurado do que o admissível eu avalio o lugar como regular. Mas pão velho não dá. Sabe aquele pão que parece que dá uma grudada dos dentes de cima nos de baixo? Esse cara sou eu, quer dizer, o Denis, o Sandeny.

    Mas tudo tem seu preço, até pão velho, e o Sandeny é a mais barata, pelo menos por enquanto, das padocas que eu visitei.

    Café passado (como era adoçado, pedi leite, mas continuou intragável): R$ 1,50

    Pão na chapa: R$ 1,30

    Total: R$ 2,80

    Avaliação: Ruim

    Sandeny: Rua Baronesa de Itu, 133, Santa Cecília.

     

  7. Esse é dos meus “chapas” preferidos. No Palácio dos Pães, para os íntimos Palácio, o pão vem com a casquinha bem torradinha, mas sem queimados, e não é todo engordurado como muitos “bonitinhos mas ordinários” que encontramos por aí.

    Mas tudo tem seu preço, e o deste pão na chapa é de R$ 2,00, cinquenta cents a mais, ou 33,33% mais caro do que a maioria das padocas do entorno do meu prédio (sim, eu vivo numa ilha de padocas).

    Esse é para aquele dia em que a gente acorda meio de mau humor (ou fica de mau humor logo depois que acorda). Nesses dias, nada como pedir o de sempre para um rosto conhecido, que a gente sabe que vai voltar com um pãozinho daqueles que dá vontade de comer fazendo “hmm”. E o espresso é ótimo!

    Café espresso: R$ 2,50 (eles juram que o passado não tem açúcar, mas eu juro que pelo menos uma vez estava adoçado)

    Café espresso: R$ 2,50

    Pão na chapa: R$2,00

    Total: R$ 4,50

    Avaliação: Maravilha

    Palácio dos Pães: Rua Martim Francisco, 740, Vila Buarque.

    P.S O pessoal é honesto e, quando o pão vem pequeno, eles colocam três metades de pão. (Eu fazendo coraçãozinho com as mãos)

     

  8. Meu amigo, eu sempre aconselho um pão na chapa para começar o dia, mas se você não cogita essa hipótese é melhor não se arriscar em voo solo no café passado do New York. Como diria o Décio Marimon, é uma tintura. A parte boa é que não é adoçado. (Eu fazendo coração com as mãos.)

    O pão estava engordurado, mas estava ok.

    O problema aqui foi o cheiro da mesa. Sério, passaram um paninho com aquele característico odor de “cachorro molhado”. Você sabe, eu sei que sabe. Esse mesmo. Argh!

    Café passado pequeno: R$ 1,50

    Pão na chapa: R$ 1,50

    Total: R$ 3,00

    Avaliação: Regular

    New York: Rua Dr. Veiga Filho, 8, Santa Cecília.

     

  9. Acordei bem feliz e saí em direção ao meu pão na chapa. Mas sabe quando a felicidade se desintegra na mesma velocidade em que algo se materializa na sua frente? Foi assim com o pão na chapa do Flor do Morpará.

    O pão estava frio, e nem foi porque deixaram ele me esperando na bancada. Era porque tinha ficado pouco tempo na chapa. Estava branquinho, branquinho.

    Como o café passado era adoçado, ataquei de espresso, que estava bom. Passou um pouquinho no amargor (e olha que eu curto um amargo), mas ainda assim estava bom.

    Café espresso: R$ 2,50

    Pão na chapa: R$ 1,50

    Total: R$ 4,00

    Avaliação: Regular

    Flor do Morpará: Rua São Vicente de Paula, 563, Santa Cecília.

     

  10. Bom dia! Um pão na chapa e um café puro por favor?

    O pão estava bom. Um pouco engordurado demais, mas bom. E estava torradinho em todos os lados, mas sem queimados. Esse chapeiro tem cancha!

    O café, que segundo a atendente é de coador (!), estava bem bom. Nessas andanças pelo pão na chapa ideal tenho tomado muito café, então tenho deixado o espresso de lado (o que nem sempre é possível, já que muitas vezes o café passado é com açúcar, e isso não admitimos). Esse valeu a pena pedir a taça.

    Taça de café de coador: R$ 2,00

    Pão na chapa: R$ 1,50

    Total: R$ 3,50

    Avaliação: Regular

    Sabor do Momento: Rua Dr. Veiga Filho, 144, Santa Cecília.